Páginas

12 abril, 2012

EU, VOCÊ E A FAMÍLIA



Por Cau Alexandre

Família é daquelas coisas das quais não conseguimos fugir. Nascemos e sem entender nada da vida, já sabemos que somos parte de algo. Algo maior que nós, algo maior que um simples ajuntamento de pessoas, algo maior que um grupo que nos alimenta, nos veste, nos cuida. Uma Família!
Família é aquele sentimento primeiro, de aconchego, quando pela primeira vez reconhecemos mesma voz presente quando ainda éramos massa informe. Quando reconhecemos os olhos que docemente nos observam desde que o primeiro raio de luz nos alcançou.
Família é aquela sensação confortável da mão que cuida, que abraça, que embala, que conforta. Aquela certeza do braço forte que sustenta, que estará sempre ali pra lhe segurar e não te deixar cair.
Família é a inexplicável certeza de que, em algum lugar, há alguém que se lembra de você, mesmo quando você não está perto. Uma voz que ora por você, intercedendo e clamando, suplicando por um cuidado especial. Um olhar que sempre espera você cruzar a porta para ter certeza que tudo está bem.
É certo que nem toda família é “perfeitinha”, feito fotografia de cartão postal ou propaganda de TV. É certo que nem toda família é igual. É certo, também, que mesmo que se tenha crescido com apenas um dos pais, ou com os avós, ou com os tios, ou com os amigos, você ainda é parte essencial da SUA família. Família não é feita só de laços sanguíneos ou genéticos. Família é feita por laços de amor, respeito e cuidado.
A família nunca é alheia a nós, somos parte intrínseca dela. Somos todos igualmente interdependentes e essenciais.
Aprendemos com Deus que cada um de nós tem sua função. Como um corpo, como uma engrenagem que funciona perfeitamente quando cada parte entende o que deve fazer e faz com amor!
Somos esposas e maridos, e precisamos aprender a nos equilibrar entre o amor e as adversidades do dia a dia, que levam nossas energias e no cansam o corpo... E percebemos que ainda precisamos buscar uma energia extra para lembrar que um dia nos apaixonamos e amamos o simples sorriso que conseguíamos provocar no outro.
Somos pais e mães, e assim sendo, vemos que nosso papel nem sempre é simples ou fácil. Repreendemos a criança, para não termos que castigar os homens e mulheres. Amamos nossos filhos, mesmo quando olhamos um mundo que esquece suas crianças e seus idosos. Sonhamos com uma vida melhor para aqueles que amamos, geralmente melhor do que a que nós mesmos tivemos.
Somos filhos, e quantas vezes trazemos lágrimas nos olhos por não entendermos a as reprimendas ou as negativas. E somente muitos anos depois, percebemos o quão preciosos foram os ensinamentos recebidos, e só quando precisamos dá-los aos nossos próprios filhos é que compreendemos o tamanho da sua importância.
Deus nos deu a primeira família, o núcleo da criação, para que soubéssemos que Ele mesmo  faz  parte  de nós e que com Ele somos uma família também! Deus nos presenteou com uma imensa e grata família que unida o chama de Pai!
      Somos acolhidos com tanto cuidado, resgatados com tanto amor, e inseridos, como galhos enxertados, cuidadosamente, por um bom e gentil jardineiro, em uma nova família e assim passamos a ser parte da Família de Deus.
A família de Deus é para muitos o refúgio, a fortaleza necessária para momentos difíceis, o escudo vigoroso que protege e que guarda. Somos irmãos porque já não somos estranhos, porque estamos presentes na vida, porque somente um irmão olharia seus defeitos, seus problemas, suas limitações e ainda assim estenderia a mão e lhe ofereceria a paz!
Somos, pois, família que gera, que forma, que faz ser quem somos. Somos família que ensina, que instrui, que apóia, que ama. Somos Pais, Mães, Filhos, Avós, Netos, Sobrinhos, Irmãos... Somos amigos, somos parentes, somos parte de um todo que é a nossa Família. Eu e Você somos uma parte essencial uns dos outros, somos membros e somos UM.
Somos todos a grande família de Deus.




copyright©caualexandre2011